FacebookYoutubeRSSPartilhar

Inauguração da Porta da Rota da Terra Fria Transmontana de Bragança

Inaugura  o 1 510 999
26 Outubro 2015

No dia 23 de outubro de 2015 foi inaugurada pelo Sr. Presidente da CCDRN, Dr. Emídio Gomes, e pelo Presidente da AMTFNT, Dr. Hernâni Dias, a Porta da Rota da Terra Fria Transmontana de Bragança. Esta é a primeira de 5 Portas a ser aberta ao público, entretanto serão inauguradas as de Miranda do Douro, Mogadouro, Vimioso e Vinhais.

A execução das Portas esteve a cargo da empresa Ponto Natura Lda., que venceu o Concurso Público Internacional para a "Conceção e execução das Portas da Rota da Terra Fria Transmontana" pelo valor de 299.855,00€. As Portas da Rota da Terra Fria Transmontana fazem parte da candidatura "Plano de Animação da Rota" da Estratégia de Eficiência Coletiva do PROVERE da Terra Fria, tendo uma taxa de cofinanciamento de 85% do ON.2. A Porta da Rota de Bragança envolveu um custo de 55.910,00€.

Estes espaços serão os pontos de contacto no terreno entre o turista/visitante e a Rota da Terra Fria Transmontana, locais polivalentes com uma imagem atraente e uniforme, onde se enaltece os atrativos de toda a região e concretamente do concelho onde a Porta está instalada.

A Porta de Bragança instalada no centro da cidade, junto ao Mercado Municipal, conta com um espaço de 100 m2 onde ganha destaque um painel retroiluminado com a imagem de caretos em festa, salientando-se ainda a possibilidade de abertura de uma parte do painel, que dá acesso a uma janela donde se usufrui de uma vista para o castelo absolutamente magnífica.

Logo à entrada pode fazer o jogo do “cubo dos sentidos”, aí, serão colocados à prova os 5 sentidos através de imagens, sons, aromas e objetos relacionados com o território de Bragança tendo no final de responder a um simples questionário que o habilitará a provar um produto da Terra Fria Transmontana. Prosseguindo a visita à Porta, tem um grande ecrã táctil com informação diversa sobre a Rota e uma televisão onde passa o filme sobre o concelho de Bragança. Estes suportes associados aos vários desdobráveis e brochuras e ao apoio presencial dos concessionários são fontes de informação de grande utilidade.

Os produtos e artesanato da Terra Fria Transmontana ocupam grande destaque na Porta, vinhos, azeite, compotas, doces típicos, castanha, nozes, avelãs, máscaras, navalhas, objetos decorativos, cestos, e outros podem ser adquiridos na Porta ou serem encaminhados daqui para o produtor/artesão.

Além de receção, informação, encaminhamento, exposição, interpretação e interação de conteúdos temáticos e convívio, proporcionado pela interação social entre os turistas e entre estes e as populações, também a animação com experiencias gastronómicas, etnográficas, culturais e pedagógicas fazem parte destes espaços que no caso da Porta da Rota da Terra Fria Transmontana de Bragança ainda oferece a possibilidade de degustar vários petiscos da região.

Se quer conhecer e usufruir do melhor da região, então a visita a estes espaços é obrigatória.