FacebookYoutubeRSSPartilhar

Centro Interpretativo do Porco e do Fumeiro

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
  • Img 2539  2   medium  1 1024 2500
  • 12657862 531360793710952 5694882330036975828 o 1 1024 2500
  • Img 2538  medium  1 1024 2500
  • 12698618 531360810377617 4727715141765241408 o 1 1024 2500
  • 12694997 531360303711001 4095778574399275072 o 1 1024 2500
  • Img 1772  medium  1 1024 2500
  • 12657200 531360757044289 8474390174972819607 o 1 1024 2500
  • Img 1767  medium  1 1024 2500
  • Img 2376  medium  1 1024 2500
  • Img 1763  medium  1 1024 2500

O Centro Interpretativo do Porco e do Fumeiro está instalado num edifício que data de finais do século XVIII, princípios do século XIX, é representativo de arquitetura senhorial brasonada, sendo conhecido por Solar do Conde Sarmento. Foi mandado construir por João Ferreira Sarmento (Morais Pimentel), um vinhaense ilustre que nasceu nesta Vila.

Neste edifício distingue-se a Pedra de Armas, formada por um brasão esquartelado, que apresenta no primeiro quartel cinco vieiras de prata, postas em sautor, da família Pimentel. No segundo quartel, vêem-se treze besantes de ouro em 3,3,3,3,1, da família Sarmento. No terceiro quartel é formado por barras em paralelas horizontais, simbolizando a família Ferreira. O quarto quartel mostra, uma torre de prata, armoreada, aberta e iluminada, com uma amoreira arrancada, representando a família Morais. É encimado por um elmo de perfil, virado para a dextra, do qual saem lambreguins. O panejamento tem pendente uma cruz.
Fica situado num local privilegiado do aglomerado da Vila de Vinhais, no Largo do Arrabalde, distando cerca de 100 metros das muralhas do seu antigo castelo.


Quando entra neste magnifico edifício, tem logo à sua direita a Porta da Rota da Terra Fria Transmontana e em frente, ou subindo as escadas em granito, começa a viagem pelo conhecimento e aprendizagem sobre o porco e o fumeiro.

O acervo do Centro Interpretativo do Porco e do Fumeiro compreende vários elementos museológicos associados ao porco: desde objetos até elementos gráficos, iconográficos, literários, musicais, entre outros.

Os objetos, muito variados, ajudam a interpretação da sequência do nascimento, criação e matança do porco nas terras de Vinhais, bem como as variadíssimas utilizações da sua carne e de estudos laboratoriais científicos.

Com elementos expositivos bastante interativos, baseados em tecnologias multimédia, proporcionarão uma experiência cultural rica e atrativa e, simultaneamente, uma experiência lúdica e sensorial.

Durante a visita poderá encontrar várias evidências que apresentem o porco nos seus múltiplos aspetos:

• No espaço rural: loja ou curral; os alimentos tradicionais recolhidos no espaço geográfico local; o efeito dos alimentos na qualidade da carne e na criação de raças;
• A criação: o capador (a flauta de Pan, a flauta – gaita de capador); o veterinário (objetos dos veterinários);
• O matador ou matão, as facas, alguidares de barro, as carquejas, o colmo, as giestas, a padiola ou grade, pedras ásperas, sachos, foices ou outros materiais de corte, pedra de raspar ou de amolar as facas, a salgadeira (caixa retangular de madeira ou de pedra), cesto, toalha branca;
• O unto, os salpicões, os presuntos, as chouriças, a carne que vai para a salgadeira…;
• O chamariz;
• A toucinheira;
• O porco na cozinha portuguesa;
• Elementos gráficos, fotográficos, fílmicos, etc.;

Também as crianças dispõem neste espaço de vários elementos divertidos e pedagógicos que serão sem dúvida muito apreciados.

Morada

Vinhais

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
2423 visualizações

Sugestões