FacebookYoutubeRSSPartilhar

Chocalhada em Brunhosinho

Datas
20 Jan 2017
Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
Chocalhada cartaz 1 1024 2500

Recuperação desta tradição com origens nas "Festas de Inverno" que se realiza na aldeia de Brunhosinho em honra de S. Sebastião. 

A chocalhada em Brunhosinho remonta a tempos ancestrais (enraizados de crenças mágicas e naturalistas) que perpetua um fenómeno complexo e polissémico de uma tradição e cultura popular: É uma escola de pensamento, uma experiência que contemporiza cultura e etnografia, que perpetua costumes, comportamentos, memórias, práticas, leis, que a comunidade transmitiu e que fazem parte da sua identidade comunitária.

"O santo aparece, naturalmente, devido à cristianização da festividade, que a comunidade dedica à protecção dos animais e à expulsão dos espíritos malignos da aldeia (mais uma vez, revela-se aqui a dimensão apotropaica dos sons das campainhas/chocalhos). Ancestralmente, este evento desenrolava-se ao longo de três dias, tendo o seu apogeu no já mencionado dia 20 de Janeiro, e após nove dias de orações (novenas). No último dia acendia-se a fogueira, com toda a simbologia que lhe está associada. Era igualmente feito um peditório ao longo da localidade. As pessoas ofereciam partes de animais (orelhas, pés, ou outros produtos, como sejam chouriças, etc), que no final eram leiloados, revertendo o respectivo pecúlio para a mordomia da festa. Estas chocalhadas, ou "pandorcas", chegaram a ser fortemente perseguidas pela hierarquia católica. Não obstante, conseguiram sobreviver até nós graças à resiliência do povo, que as manteve contra tudo e contra todos. Ameaçada de extinção pela sangria humana que afecta a comunidade, houve necessidade de criar uma entidade colectiva que a proteja. E foi assim que nasceu a "Confraria da Chocalhada em Honra de S. Sebastião", que se tornou responsável pela preservação e divulgação dos valores inerentes a esta interessante tradição. E foi esta Confraria que decidiu deslocar cronologicamente a festa para o fim-de-semana mais próximo do dia 20, para assim conseguir trazer os filhos da terra na diáspora a comungar do espírito comunitário."

Texto retirado do blog:  http://mogadourense.blogspot.pt/ 

Morada

Brunhosinho, Mogadouro

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
1000 visualizações